Notícias

Arrancou a formação para promover a inclusão ativa

Começou esta semana, em Carregal do Sal, a primeira de sete ações de formação para promover a inclusão social e combater a pobreza e a discriminação.

Designada “Educação cívica e prevenção de violência”, a ação é frequentada por 15 formandos, sinalizados pela Coordenadora do Núcleo Local de Inserção e pela Ação Social da Câmara Municipal, e decorre na sala 2 do Centro Cultural de Carregal do Sal.
Destinada aos grupos potencialmente vulneráveis, tais como pessoas com baixos rendimentos, desempregados de longa duração e beneficiários do RSI, com baixos níveis de qualificação, com comportamentos aditivos e dependências e adultos que não sejam detentores das competências básicas de leitura, escrita, cálculo e TIC, a ação resulta da submissão de uma candidatura da ADICES, com a colaboração dos serviços de ação social dos Municípios do seu território de intervenção, ao POISE – Programa Operacional Inclusão Social e Emprego, medida 9.i - Inclusão ativa, que foi aprovada e começou agora a ser operacionalizada.
Promover a igualdade, a igualdade de oportunidades, a participação ativa e a melhoria da empregabilidade dos formandos, norteiam a realização destas ações de formação a que o presidente da direção da ADICES, João Carlos Figueiredo, se referiu nas palavras de boas vindas deixadas aos formandos no início da formação.
A Vereadora da Ação Social do Município, Ana Cristina Borges, reforçou a importância destas ações enquanto elemento de inclusão e de obtenção de competências.
Após a distribuição de material de apoio (pastas e caneta), Marta Catarina, a formadora para “Educação cívica e prevenção de violência” deu início à formação que terá a duração de 60 horas.

Data de Publicação: 06/06/2018